– O que esperar da Arbitragem de Corinthians x Paulista?

Flávio Rodrigues de Souza apitará Corinthians x Paulista em Americana, nesta quarta-feira. Ele tem 33 anos (10 como árbitro). Sua primeira ‘Pré-temporada’ com a elite foi em 2005, quando surgiu o ranking de árbitros da FPF e fomos colegas de trabalho naquela ocasião. Subiu para a 1a divisão, desceu e retornou.

É jovem, portanto corre bastante. Das partidas que o vi trabalhando, costuma ficar um pouco atrasado nas jogadas, mas por opção de posicionamento em campo (creio eu). Pode fazer isso graças ao bom condicionamento físico, pois em lances rápidos ele recupera o tempo perdido.

Observação: isso não é o adequado, mas é uma estratégia para a sua atuação, cujo risco negativo é o de em uma jogada no seu lado cego (por estar atrás do lance) não ver a frente dos atletas e deixar de marcar algo importante; já a vantagem disso é que em casos de contra-ataque tende a estar próximo do lance.

Seu estilo de arbitragem é o de deixar a partida correr (não tanto quanto Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza na partida passada, entre Paulista x Audax, onde alcançou quase a perfeição nesse quesito). É moderado no rigor e na aplicação de cartões, além de costumeiramente conversar com os jogadores durante a partida (porém, não contemporiza advertências como erroneamente Guilherme Ceretta fez em Portuguesa x Corinthians).

Em 2009, um fato marcou sua carreira: foi agredido pelo treinador Pedro Santilli (que fora auxiliar técnico de Emerson Leão por muito tempo), que o atingiu com um soco na partida entre Comercial x Catanduvense pela série A2, quando do rebaixamento do time de Ribeirão Preto para a série A3.

Flávio vem de boas atuações na Copa São Paulo de Jrs, tendo apitado América 0 x 2 Fluminense e no último domingo Corinthians 1 x 0 Paraná. Portanto, está com ritmo de jogo.

A minha única preocupação é: Flávio tem certa experiência, é bem tranquilo em campo, mas isso será suficiente para lidar com jogadores que dão trabalho em campo com simulações (como Romarinho) ou com provocações (como Emerson Sheik, embora ele esteja na reserva)? Tomara que sim. No restante, o jogo deve ajudar por ser início de campeonato e os ânimos estarem mais contidos.

Rogério Pablo Zanardo será o assistente no 1. Rodada sim, rodada não, estava escalado na série A1 em 2013. E quando folgava na Primeirona, era escalado na A2. Tem 35 anos e é muito preciso nas suas marcações. Trabalha como professor de Educação Física.

Já o bandeira número 2, Alexandre Basilio Vasconcellos (outro professor de Educação Física), apesar de não pertencer ao quadro da CBF, trabalhou em muitos jogos no ano passado. E uma curiosidade: nesta 3a feira está escalado em Corinthians x Fluminense na Copinha, em Limeira, como bandeira 1. Não deveria estar em casa descansando? Não gosto disso: Coringão na 3a e Coringão na 4a? Com tanto bandeira à disposição, a FPF bobeia nessa escala…

Sinceramente, acho que do sexteto de árbitros estaria melhor capacitado para esse jogo o árbitro adicional de meta no. 1, Aurélio Sant’anna Martins, 38 anos, que apitou Mogi Mirim x Comercial no último final de semana. Tem 14 anos de arbitragem nas costas e 8 na 1a divisão (advogado, foi candidato a vice-prefeito de Jacareí).

Já o adicional 2 será Thiago Luis Scarascati, que apitou alguns jogos na série A no ano passado e se especializou nessa função na linha de fundo, pelas inúmeras escalas.

Por fim, Roberto Pinelli será o árbitro reserva e terá provavelmente o trabalho de cuidar apenas da burocracia do jogo, já que Mano Meneses e Giba não costumam dar trabalho à arbitragem.

Eu espero um jogo bem disputado, mas com poucas faltas (baseando-me nos primeiros jogos de ambas equipes e no estilo do árbitro, embora, sabemos, futebol não é ciência exata). E você?

Deixe seu comentário:

Aproveito e convido aos amigos a nos acompanharem em mais uma transmissão do Time Forte do Esporte da Rádio Difusora Jundiaiense / Jovem Pan Sat, com toda a equipe do Adilson Freddo; narração de Marcelo Tadeu junto com Robinson Berró Machado e Rodrigo Alves nos comentários, comigo na análise da arbitragem, reportagens de Heitor Freddo e Luiz Antonio de Oliveira (Cobrinha); Zé Roberto Pereira no plantão esportivo e Antonio Carlos Caparroz na técnica. Não esqueça: AM 810! Desligue o som da TV e se ouça com o que há de melhor do rádio esportivo do Interior de SP.

jogo_rodada16_corinthians-x-paulista.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s