– Análise da Arbitragem de Corinthians 1 x 0 Paulista

Boa arbitragem de Flávio Rodrigues de Souza na partida Corinthians x Paulista. Poucos lances polêmicos e os jogadores – em parte – colaboraram.

Flávio começou o jogo um pouco preso; afinal, foram 5 faltas em 5 minutos. Com 8 minutos jogados, Romarinho já tinha caído duas vezes em campo e reclamado falta (ao todo, caiu 8 vezes em divididas, pediu infração em ambas e somente duas realmente foram).

Tecnicamente, o árbitro foi bem. Patrick pediu pênalti de Paulo André aos 11 minutos após um agarrão. Mas esse tipo de lance não evitaria o prosseguimento da jogada, pois nitidamente não o impedia de disputar a bola. Portanto, não foi pênalti. Já aos 17 minutos, outro lance: a bola bate despretensiosamente na mão de Diego Santos, que até se assusta com ela. Lance normal, acertou o árbitro, em que pese as reclamações de Guerrero (agora, com as novas orientações da Regra, toda “bola na mão” é motivo de pênalti para alguns jogadores).

Disciplinarmente, o árbitro foi razoável na aplicação dos cartões amarelos (os dois primeiros ao Paulista por faltas no 2o tempo foram perfeitos). Porém, Emerson Sheik deu uma entrada muito forte (por ação temerária) em Jeff Silva que pulou para não ser atingido, e ele nada deu. Era para Cartão Amarelo, errou ao relevar.

Aliás, Emerson Sheik entrou no 2o tempo, cometeu uma falta de ataque, praticou o carrinho citado e levou falta de Mineiro por agarrão (desabando e valorizando o lance), provocando um Amarelo. E o próprio Emerson só recebeu Cartão aos 43 minutos do segundo tempo, por atrasar uma cobrança de falta perigosa, a favor do Paulista, não mantendo a distância regulamentar. Que inferno para o árbitro!

Além desse, faltando 15 minutos para acabar, Raul sofreu falta dura de Guilherme e deveria receber o Amarelo. Passou batido.

Enfim: a arbitragem que parecia precavida demais no começo do jogo (não permitiu uma cobrança de falta rápida e perdeu uma vantagem do Paulista – e para reclamação da torcida de Jundiaí, permitiu uma falta rapidamente cobrada pelo Corinthians, logo no início da partida), virou positivamente aos 24 minutos: Mano Meneses reclamava acintosamente com o árbitro e sinalizava que ele só marcava faltas ao Paulista. Mero chororô: naquele instante, o Corinthians havia cometido 6 infrações contra 5 do Paulista. Flávio o advertiu verbalmente, e quando o árbitro se irrita com alguma desculpa desse tipo, o famoso “Migué” do treinador, resolve mostrar serviço. Deste momento em diante o juizão mostrou firmeza, e, claro, dentro das limitações existentes e considerações feitas acima apitou razoavelmente bem a partida.

Fica a curiosidade: e a FPF, que na Súmula On-Line (documento em que os árbitros lançam a escalação dos times), havia a numeração do Paulista com os atletas do Paulistão do ano passado? O goleiro Richard, os jogadores de linha Kasado, Diego Macedo, entre tantos, estavam escalados no documento eletrônico!

Em tempos de briga judicial de Portuguesa x CBF por conta da escalação ou não de atleta punido, já imaginou se algum cartão amarelo do jogo é contabilizado errado para outro atleta por conta da falha do sistema de informação da Federação Paulista?

Ai-ai-ai…

Abaixo, o lance-a-lance (rascunho) da análise:

Análise da Arbitragem – Rodada 2 –  Corinthians x Paulista (22/01/2014)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Bd1: Rogério Pablo Zanardo

Bd2: Alexandre Basílio Vasconcellos

AAA1: Aurélio Sant’Anna Martins

AAA2: Thiago Luís Scarascati

Reserva: Roberto Pinelli.

CORINTHIANS

27 Walter

23 Diego Macedo

4 Gil

13 Paulo André

16 Uendel

5 Ralf

19 Guilherme

17 Rodriguinho

20 Danilo

31 Romarinho

9 Guerrero

Reservas

1 Julio Cesar

28 Felipe

3 Cleber

11 Sheik

10 Douglas

18 Ibson

7 Pato

1o T faltas – 8

2o T faltas – 7

PAULISTA

1 Juliano

2 Raul

4 Gian Mariano

3 Diego Santos

6 Jeff Silva

5 Mineiro

7 Ewerton

8 Lusmar

9 Patrick

10 Dinelson

11 David Batista

Reservas

12 Jaime

13 Henrique

14 Emerson

15 Lucas Pivato

16 Esquerdinha

17 Jô

18 Thiago Cavalcanti

1o T faltas – 5

2o T faltas – 10

PRIMEIRO TEMPO

1 minuto, Guerrero na falta de ataque e Ralf pegando no meio de campo (2 faltas seguidas)

3 minutos: falta para o Paulista, perdeu a vantagem e não deixou bater a falta.

4 minutos: Mineiro em Romarinho, aí permitiu a cobrança rápida.

5 minutos, 5 faltas.

8 minutos: Romarinho cai novamente, força e ele não entra.

9 minutos: Gil em Dinelson faz falta.

11 minutos: Paulo André puxa (sem força suficiente) Patrick que valoriza.

17 minutos: a bola bate totalmente de maneira involuntária em Diego Santos , acertou em seguir.

24 minutos: Flávio Souza adverte Mano Meneses, que reclama (sem motivo) da arbitragem. Uma bronca indevida vai bem para o árbitro “pegar no breu”.

25 minutos: erro de marcação de impedimento (difícil) de Rogério Zanardo, Patrick tinha condições (havia acertado 2 lances).

27 minutos: 4a vez Romarinho divide a bola e cai.

29 minutos: Raul recebe em posição duvidosa e o bandeira Rogério acerta.

Obs: Árbitro começou longe das jogadas (nem aparecia no vídeo e estava nervoso). Entrou no ritmo do jogo aos poucos e foi bem.

36 minutos: rápido contra-ataque e ele estava em cima.

39 minutos: Guerrero é marcado por Jeff Silva e cai na área, reclamando. Nada.

42 minutos: Ewerton desequilibra levemente Romarinho que cai.

Obs2: 8 lances de queda do Romarinho, só o primeiro e o último foram faltas.

SEGUNDO TEMPO

3 minutos: Lusmar toca o seu pé esquerdo no pé direito de Diego Macedo. Falta bem marcada.

7 minutos: 3a fata seguida do Paulista, Ewerton em Diego Macedo na entrada da área. Cartão Amarelo bem aplicado.

8 minutos: 4a falta, agora de Jeff Silva em Romarinho no alto. Muito bem amarelado.

12 minutos: tranco legal do jogador do Paulista, juizão deu falta.

15 minutos, 6a falta coletiva do Paulista.

16 minutos: Sheik “devolve” a falta de Jeff Silva, com entrada forte (que não atingiu) O árbitro não deu a falta, deveria dar pela ação temerária e cartão amarelo.

19 minutos: 2a falta de Emerson…

24 minutos: Sheik sofre falta de Mineiro. Matou o contra-ataque. Amarelo correto. Mas o Emerson valorizou… desabou no contato físico.

31 minutos: falta em Raul, era para Amarelo.

Aos 34, gol. Fácil para a arbitragem, lance sem dúvidas ou polêmicas.

Aos 43m, falta a favor do Paulista no bico da área. Emerson encheu o saco e enfim recebeu o Amarelo.

Corinthians+x+Paulista.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s