– Análise da Arbitragem de Santos 1 x 0 Ituano – Final do Paulistão

Jogo chato para o árbitro apitar. Raphael Claus foi bem na partida, embora, existam duas situações importantes a discutir.

1- O pênalti pró-Santos! Lance difícil, daqueles que geram discussão. Pegou na bola e quando atinge o atleta do Santos já é jogada vencida (fruto do inevitável contato físico). Mas respeito quem interpretou de outra forma – a de que o atleta pega a bola e o adversário por imprudência, e daí sim é infração. Eu não marcaria, mas entendo que é questão interpretativa e aceito a segunda opção. Sobre o impedimento, realmente estava, mas numa jogada rápida e lance difícil para o bandeira.

Em suma, esse lance foi irregular mas com um grau de dificuldade muito maior do que a mão na bola marcada na semana passada. O desse último domingo é o erro aceitável, diferente da semana passada, que é erro crasso.

2- A catimba do Ituano. A “lá argentinos”, os jogadores do Galo de Itu souberam fazer a cera e gastaram bem o tempo, com a anuência do árbitro. E aqui uma observação: se o pênalti foi aos 45m, o árbitro deu os acréscimos e o jogo ficou paralisado por 2 minutos pelas discussões, por quê não foi acrescido o tempo perdido? Nesse item, pecou Claus.

Considerações diversas: o Ituano é o 1o bicampeão paulista do Interior (embora a primeira conquista tenha sido sem os grandes, que jogaram o Rio-SP e posteriormente o ‘Supercampeonato Estadual do Farah”). Ganhou do São Paulo no Morumbi, do Palmeiras e do Santos no Pacaembu, e desclassificou o Corinthians em sua chave. É um time bem treinado pelo Doriva. Por quê tanta gente “assustada”?

É claro que em ritmo de competição e em pontos corridos, os grandes clubes teriam um desempenho melhor e dificilmente o Ituano seria o vencedor. Mas com as regras do torneio, foi o campeão.

Porém, o Ituano não se tornou melhor time do mundo de uma hora para a outra, nem tem Messi ou Cristiano Ronaldo em seu elenco. É uma equipe ajeitada, que joga pelo coletivo. E que não se iluda! No Brasileirão da A1, onde se posicionaria na tabela?

Aliás, é irônico: o campeão da FPF jogará a 4a Divisão do Campeonato Nacional… Coisas possíveis graças ao Marco Polo Del Nero e suas fórmulas.

Enfim: PARABÉNS AO ITUANO!

684ec265-916a-40fb-8d68-005928a774d0.jpg.png

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s