– Entendendo o Gol Anulado do Palmeiras contra o Grêmio

Erro ou acerto no gol anulado de Diogo na partida realizada em Caxias do Sul neste domingo?

Há 20 anos, gol corretamente anulado.

Há 10 anos, gol discutível.

Hoje, gol erroneamente anulado.

E por quê?

Vamos discutir entendendo o lance: a bola vem cruzada para a área, originada de uma falta cobrada pela esquerda. Há dois jogadores à frente da linha da bola e da zaga gremista: Marcelo Oliveira (26) e Wellington Pirulito (34). Mas Diogo (camisa 17) vem de trás e faz o gol. Marcelo e Wellington vão em direção da bola, tentando cabeceá-la no cruzamento. E aí?

Entenda: basicamente, você deve avaliar 3 condições para considerar o impedimento passivo (que não é infração) do ativo (quando se paralisa o lance):

  • A) Interferir na jogada (tocando-a);
  • B) Interferir contra um adversário (atrapalhando-o);
  • C) Tirar proveito de uma posição de vantagem (estar sozinho, na banheira, pegando um rebote premeditamente).

As condições A e C estão descartadas (antigamente, só pelo fato de estar à frente era condição de se parar o jogo). Portanto, avaliaremos a condição B. E aqui mora a confusão!

1- Há 20 anos, se jogadores como Marcelo e Wellington tentassem a bola, por estarem tendo alguma marcação dos zagueiros e o goleiro crer que eles poderiam fazer o gol, a jogada deveria ser paralisada imediatamente, independente do que acontecesse com a bola. Portanto, o gol deveria ser anulado, mesmo se fosse marcado por alguém em posição legal.

2- Há 10 anos aproximadamente, existiu uma orientação da FIFA para que os lances primeiro se consumassem para depois avaliar se houve interferência real dos atletas que estavam a frente, ou seja, se eles atrapalharam o goleiro de fato (encobrindo a visão) ou se levaram a marcação com eles, confundindo a zaga para que deixasse alguém em condição legal dominá-la. Portanto, o gol de ontem seria interpretativo ao extremo.

3- Hoje, se aguarda a conclusão da jogada para avaliar se houve INTERFERÊNCIA RELEVANTE E DIRETA daqueles que estavam em impedimento passivo (o que mudaria se Marcelo e Wellington desaparecessem no momento em que a bola passasse por eles? Mudaria algo? O goleiro Marcelo Grohe teria mais chances de defesa?). Portanto, o gol de Diogo seria legal, sem contestação.

É a evolução da Regra do Jogo e as mudanças de orientação. O que me preocupa é: Árbitros, Jogadores e Comissões Técnicas treinam e estão ciente em relação a elas?

Deixe seu comentário:

Grêmio-x-Palmeiras.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s