– Análise Pré-Jogo da Arbitragem de Alemanha x Argentina

Nicola Rizzoli, italiano, trabalha como arquiteto, tem 42 anos e um currículo de reclamações como juiz de futebol. E é esse o árbitro da final da Copa do Mundo.

Mas a escala é estranha. Muito estranha mesmo!

Entenda:

1) A FIFA gosta de fazer média geopolítica, e propagou a tal da “neutralidade de continentes na Copa do Mundo”. Brasil (Conmebol) jogará contra a Holanda (UEFA) e apitará um árbitro da Argélia (CAF). Mas para Argentina (Conmebol) x Alemanha (UEFA), apitará um árbitro da Europa.

2) Na hora do almoço, a escala divulgada era a do sueco Erickson como o apitador da final. Muito se falou das suas características nas redes sociais a partir de então. Eu próprio conversei com alguns amigos debatendo a minha surpresa pela sua escala. Ele houvera apitado muito bem o jogo entre Argentina x Suíça. Mas nesse jogo citado, o árbitro originalmente escalado seria o uzbeque Irmatov que, com exclusividade pela FOX Sports, o jornalista e ex-árbitro trimundialista Carlos Eugênio Simon divulgou que foi vetado pela AFA. Vejam a força do Grondona, presidente da “CBF da Argentina”.

3) Eis que à tarde aparece como árbitro finalista Nicola Rizzolli. Ué, imaginei que Sandro Meira Ricci não seria escalado para a final (embora, tecnicamente, merecesse) devido ao fato de que seria seu 4o jogo na Copa 2014, porém o 3o em um jogo da Alemanha, e provavelmente a Argentina vetaria (mesmo que em tempos anteriores se dizia existir a política do bom relacionamento entre CBF e AFA).Mas eis que Rizzoli está na mesma situação ao inverso: será seu 4o jogo na Copa, sendo o 3oda Argentina (Nigéria x Argentina, Argentina x Bélgica e agora Alemanha x Argentina)!

Hum… aí eu estranhei. O árbitro de um jogo tão importante é divulgado de maneira errada e depois corrigido? O brasileiro Sandro apitou muito bem – melhor do que Rizzoli – e fica de fora por excesso de jogos da Alemanha, sendo o mesmo motivo desprezado na escala de seu colega italiano frente aos Hermanos?

Júlio Grondona reina sozinho depois da aposentadoria de Ricardo Teixeira… até nessa a dupla Marin & Marco Polo levam de goleada.

Enfim: Nicola Rizzoli é razoável tecnicamente e conversa bastante em campo. Muito papo mesmo, abdicando de cartões por boas explicações. Na Itália, é contestadíssimo pela sua competência.

Vejamos o que pode acontecer! Teoricamente, o jogo é fácil. Mas que a escala é estranha, sem dúvidas que é.

2313202236-italiano-nicola-rizzoli-apitara-final-entre-alemanha-e-argentina.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s