– Quando pode ou não pode Treinador/Jogador receber informação externa em um jogo de futebol?

Muita confusão sobre uma possível irregularidade do São Paulo FC antes das cobranças de pênalti na semifinal da Copa Sulamericana. Supostamente, o comentarista de arbitragem da Rede Globo dissera que Rogério Ceni não poderia ver as imagens do histórico de cobranças de tiros penais do adversário em um laptop antes do início das mesmas. Como não assisti a transmissão da emissora, não posso confirmar o dito. 

Mas afinal: PODE ou NÃO PODE VER IMAGENS?

Vamos lá: durante uma partida de futebol, é vetado o uso de comunicação eletrônica (vide a evolução desta proibição e suas curiosidades no link: http://t.co/Wqg9UWLXrg). Lembrando que precisamos definir o que é esse “durante a partida”: ou seja, durante os dois tempos de 45 minutos. Não confunda isso com a autoridade do árbitro, que começa a partir do momento em que ele adentra ao campo e se estende até a sua saída, depois do apito final.

Portanto, não se pode usar comunicação eletrônica enquanto o jogo está correndo. Mas:

– Antes do apito inicial e durante o intervalo do 1o ao 2o tempo, não há problemas.

– No intervalo entre o fim do tempo normal e o início da prorrogação ou de cobrança de pênaltis (quando isso ocorre), idem.

Precisamos entender que durante a bola rolando, não pode. Entenda “a bola rolando” os dois tempos de 45 minutos ininterruptamente.

Claro que:

– quando uma bola sair para a linha de fundo e existir aquele tempo de jogo parado para o reinício da partida com o tiro de meta não pode;

– também não pode durante a parada para a hidratação quando ela existir, já que aquela pausa é exclusiva para tomar água e os treinadores NÃO PODEM sequer dar orientações técnicas;

– e por fim quando acabar o 1o tempo da prorrogação não pode, já que não há intervalo e o 2o tempo deve ser reiniciado assim que as equipes trocarem de lado.

Seria incoerente não poder usar as imagens depois que o jogo se encerrar e existir o tempo de intervalo até o sorteio da prorrogação e/ou definição de quem baterá os pênaltis. Se quando acaba o 1o tempo de um jogo, os jogadores vão ao vestiário, recebem orientações, assistem rapidamente a replays de lances polêmicos e dos próprios erros, qual o impedimento ao final dos 90 minutos? Feriria até mesmo o Espírito da Regra! Ou vai querer que um 4o árbitro acompanhe a equipe dentro do seu vestiário a fim de proibir o uso de comunicação eletrônica?

A partir do momento em que uma etapa é encerrada e os atletas podem sair de campo e receber orientação, não há nada de irregular. Resumidamente, o problema é:

– durante a bola rolando nos 90 minutos de um tempo normal,

– dos 30 minutos da prorrogação ou

– durante a cobrança dos tiros penais.

Sendo assim, que a comunidade são-paulina não se preocupe em punição da Conmebol, pois não houve irregularidades.

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s