– Análise da Arbitragem Pré-Jogo de Paulista x Cacerense

Será que a FPF não acredita na classificação do Paulista para a segunda fase na Copa São Paulo?

Talvez. Digo isso pois há claramente uma divisão por “blocos” de escalas nesta derradeira rodada da 1a fase.

– Para os jogos de times grandes, estão escalados árbitros da série A1.

– Para os jogos de times médios em partidas decisivas, árbitros da série A2 e A3.

– Para os jogos que times pequenos ou médios/grandes que apenas cumprem tabela, árbitros novatos. E é nesse rol que se encontra a arbitragem do jogo do Galo Jundiaiense.

Embora tenha chances matemáticas, vejo a escala do árbitro Luís Antonio de Souza, 30 anos de idade e 5 anos de carreira para esse sábado como um certo desprezo da FPF.

Luís apitou jogos do Sub 11 no seu 1o ano de carreira; sub13 no 2o ano; sub 15 no 3o; sub 17 no 4o e agora tem a oportunidade de trabalhar em uma categoria Sub 20.

Pela juventude e ascensão paulatina, deve ter suas qualidades. Só me incomoda que o critério de escalas não foi equitativo a outros clubes na mesma situação.

Ao contrário do árbitro, o bandeira no 1 Alex Alexandrino é bem experiente, tem 15 anos de carreira e já trabalhou em vários jogos da Série A1, inclusive no Jayme Cintra. Garantia de bom trabalho.

O bandeira 2 Fernando Afonso Gonçalves Neto também é jovem, 6 anos de carreira mas já trabalhou na série A2.

Sempre disse que a Copa SP é para testar e revelar árbitros. Gosto dessa idéia. Mas só testar em jogo do Paulista (como na rodada anterior) não me agrada.
bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s