– O tranco de Neto Berola em Mamute e o de Reinaldo em Gerson. Pênalti não marcado no Morumbi…

Leandro Vuaden e Felipe Nunes, árbitros de respectivamente São Paulo 0x0 Fluminense e Santos 1×3 Grêmio, não usaram o mesmo critério nas suas avaliações de disputa de bola.

1- No Morumbi, Reinaldo vai dar um tranco (o tranco legal é ombro a ombro), ele estende o braço direito e desequilibra Gerson.

2- Na Vila Belmiro, Neto Berola faz exatamente a mesma coisa em seu adversário Mamute, mas nas costas do gremista.

No primeiro relato, o árbitro mandou seguir. No segundo, foi marcada a falta. Olha aí a prova da falta de critério no Brasileirão…

Quem errou, nesse tipo de lance, foi Vuaden. Foi pênalti do jogador do Tricolor Paulista no atacante do Tricolor Carioca. E nele, fica a observação: lado cego para o juizão visualizar, fácil para quem estivesse atrás do gol, ruim para quem corre em diagonal!

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s