– Análise da Arbitragem de Paulista 2×4 Ituano

Gostei muito da arbitragem de Carlos Eduardo Gomes, neste sábado à tarde, no Jayme Cintra, bem como seus bandeiras Kleber Fernandes e Ademilson Cipriano.

Não o conhecia; afinal, seria apenas seu 3o jogo profissional com tanto tempo de FPF. Aí a pergunta se torna inevitável: não teve oportunidade por ter sido mal observado ou estava por algum motivo particular desprestigiado?

Não importa isso, mas sim vale ressaltar o ótimo trabalho que fez na partida em que o Galo Jundiaiense perdeu de 4×2 para o Galo Ituano.

Em faltas, o placar foi 13×14. Nos Cartões Amarelos, 4×7. No Placar, 2×4. E me chamou a atenção os seguintes aspectos:

DISCIPLINARMENTE, o árbitro acertou em todos os cartões que aplicou; tanto os de faltas por ação temerária, bem como os por reclamações (em especial a Christian (ITU). Faltou um, no final da partida, por atitude inconveniente do atleta do Ituano no qual o árbitro não viu (próximo às arquibancadas, na linha lateral), já que estava fora do seu alcance de visão. Também foi correto na aplicação do Cartão à Bassani (ITU), que mesmo após o apito de impedimento, persistiu na jogada e “marcou um gol”.

TECNICAMENTE, aceitou na marcação de pênalti cometida pelo goleiro Ian (PAU) e na não marcação no de Pará (PAU). Soube aplicar por 3 vezes corretamente a vantagem, e em uma que não se concretizou, acertadamente voltou atrás e marcou a falta atrasada.

FISICAMENTE, correu bem e se posicionou adequadamente nos lances capitais. E aqui uma ressalva: a postura na forma da corrida! Por muitas vezes, foi nítido que o árbitro “correu torto”, não tendo o mesmo “molejo” durante seu trote, especialmente com o braço no qual mantém o apito de dedeira nas mãos. É um vício de corredor a ser consertado.

O árbitro também não se deixou intimidar no momento em que o jogo pareceu se tornar difícil. E quando Tarcísio Pugliese, treinador do Ituano começou a reclamar, aplicou corretamente a advertência verbal.

Aliás, façamos a observação: foi uma partida muito boa para se assistir. Tanto Tarcísio (ITU) como Beto Cavalcante (PAU) armaram suas equipes ofensivamente, jogando limpo e bem postadas. Melhor que muito jogo modorrento por aí no Brasileirão…

11899937_1050649374975724_4161550459273916657_n

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s