– Quando não se sabe fazer Leitura de Jogo!

Saber dar vantagem é uma virtude. Poucos árbitros sabem permitir tal situação. Assim como popularmente dizem que o craque antevê a jogada, o juiz “bom de vantagem” idem!

Domingo passado Anderson Daronco perdeu uma vantagem quando Rafael Marques poderia marcar um gol no Choque-Rei. Nesta quarta-feira, Luiz Carlos Ramos Júnior o imitou.

O Nacional empatava o jogo contra o Paulista. Aos 48 minutos do 2o tempo, o atacante sofreu a falta do zagueiro adversário mas há a vantagem e sai o gol. Luiz Carlos apitou a falta nesse interim e não validou o gol, expulsando o zagueiro jundiaiense após uma conferência com o bandeira. Errou, prejudicando o time da capital e salvando o Galo de Jundiaí de uma derrota. Era para validar o gol e aplicar cartão amarelo por tentar impedir o gol e não conseguir.

Entenda: para se permitir uma vantagem, deve-se avaliar 4 fatores: o local da infração, a posição da bola, a intensidade do jogo e o clima da partida. Luiz Carlos não o fez…

Aliás, poucos árbitros estão dando vantagem nos últimos jogos. Isso prova algo: estão mal orientados, para a infelicidade do futebol.

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s