– Sobre Chapecoense 5×1 Palmeiras e As Corretas e Injustas Mudanças nas Decisões dos Árbitros no Campeonato Brasileiro

Começo esse artigo com um título contraditório mas verdadeiro: os árbitros estão acertando algumas importantes marcações pontuais em jogos do Brasileirão, mas as fazem de maneira irregular!

Vou ser bem objetivo: o que pairava como dúvida a mim (de que em partidas no Estado de Santa Catarina alguém está passando informações externas à arbitragem), agora se tornou uma certeza.

Vide: Chapecoense x Fluminense: a bola no meio do campo, bandeira e árbitro confirmando o gol e depois de algum tempo, repentinamente, “desconfirmando”; Figueirense x Santos: bola no meio do campo, equipes prontas para o reinício do jogo e a arbitragem remarcando impedimento, mesmo depois do bandeira ter confirmado o gol e por uma crise tardia de remorso chamar o árbitro e voltar atrás; Avaí x SPFC, pênalti marcado, bate-boca e depois remarcado por escanteio; Chapecoense x Palmeiras, Egídio vai na bola em disputa com Willian Barbio e o árbitro baiano Jailson Macedo (o mesmo do citado Avaí x SPFC e de uma histórica lambança entre Grêmio x Portuguesa) entende como jogo brusco grave e o expulsa. Depois de muita reclamação, o árbitro é supostamente informado pelo 4o árbitro e desmarca a falta (reiniciando o jogo corretamente com bola ao chão) e “desexpulsa” o atleta palmeirense, que já estava em seu vestiário!

Tudo isso, se acreditarmos que aconteceu sem o uso de imagens de TV ou interferência externa, é correto à Luz da Regra do Jogo. Tanto técnica como disciplinarmente as decisões incorretas foram corrigidas pelos bandeiras/ 4o árbitros e tiveram as decisões finais legitimadas.

O problema é: você acredita que foi dessa forma?

É claro que não! O que está acontecendo em Santa Catarina, terra do presidente da FCF Delfim Peixoto (que há décadas está no poder) e que é o atual vice-presidente da CBF (desafeto declarado no atual momento de Marco Polo Del Nero) é uma situação a parte do futebol! Marco Antonio Martins, catarinense que é o atual presidente da ANAF e que tem sido o observador da CBF nesse jogos (mesmo achando tal situação uma incompatibilidade de cargos) deve estar desgostoso de tanta polêmica. Afinal, apesar de Marco Polo Del Nero desejar implantar o árbitro de vídeo e seu presidente da Comissão de Arbitragem, Sérgio Correa da Silva, fazer um megaprojeto para vingá-lo, oficialmente ainda não existe e nem é autorizado que um elemento de fora interfira no jogo.

Reflita: não seria justo que no Morumbi, sábado, alguém de fora como se fez na Arena Condá avisasse o árbitro que o gol anulado de Rogério estava em condição legal e o confirmasse? Pelas Regras do Futebol aplicadas nesses jogos catarinenses, sim! Ou ainda na Vila Belmiro, no pênalti bizarro em que Lucas Lima tropeçou e o árbitro marcou pênalti? Ou no Maracanã, no Fla-Flu em que Wallace ajeitou a bola com a mão? Ou em qualquer lugar que seja, ficará a pergunta: por quê se ajuda em jogos no estado de Santa Catarina e no resto do Brasil não?

É injusto (independente do placar) que se exista esse benefício proibido pela Regra do Jogo e em outros lugares não. Concordo que as decisões finais foram as corretas, mas o método é condenável e mostra algo mais profundo: os árbitros só estão conseguindo acertar com a ajuda eletrônica irregular externa.

O pior é que ouvimos Sérgio Correa defender a criação do árbitro de vídeo como se não precisasse capacitar o árbitro humano e que isso resolveria todos os problemas. Aliás, escrevi CRIAR? Do jeito que está, pensei que era LEGALIZAR…

Como mudar a Comissão de Arbitragem, se quem preside a CBF está ilhado em seu gabinete, com medo de sair do Brasil?

Insisto e repito: Venha logo ao Brasil, FBI, para o bem do futebol nacional.

bomba.jpg

Anúncios

2 comentários sobre “– Sobre Chapecoense 5×1 Palmeiras e As Corretas e Injustas Mudanças nas Decisões dos Árbitros no Campeonato Brasileiro

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s