– A Marmelada da AFA, a Presepada na CBF e a Barrigada da LIGA

Foram 3 fatos tristes e ruins para as pessoas que querem um futebol independente e transparente.

1) Na Argentina, a AFA (Associação de Futebol da Argentina) foi eleger em voto secreto o presidente para os próximos 4 anos. E o resultado foi empate entre os dois únicos candidatos: Luis Segura e Marcelo Tinelli levaram 38 votos, sendo… 75 ELEITORES!

A “CBF dos Hermanos”, aparentemente, teve o 76o voto do fantasma do falecido Grondona (ex-presidente notado pela corrupção), que veio do Inferno para tumultuar o pleito.

2) Nesta última 6a feira, a CBF realizou sua festa de confraternização! O presidente da Federação de Futebol do Sergipe, José Carivaldo, declarou ao Globoesporte.com como estava o licenciado Del Nero:

Marco Polo está normal, está alegre. Foi um almoço de confraternização. E eu estou acreditando muito que não tem nada a ver as acusações. Está alegre pela confraternização com todos seus amigos”.

O mais interessante é que o presidente interino da CBF, o deputado Marcus Vicente, convocou eleições para o dia 16/12, a fim de escolher o sucessor de José Maria Marin, preso nos EUA, e que assim como o próprio deputado, ocupava uma das vice-presidências da entidade, junto com o prefeito de Boca da Mata/AL Gustavo Feijó, o presidente da Federação Catarinense Delfim Peixoto e Fernando Sarney, filho do ex-senador, ex-governador e ex-presidente da República José Sarney. E, a mando de Del Nero, sugeriu o Coronel Nunes, presidente da Federação Paraense, para novo vice-presidente.

Como Marco Polo está licenciado, pode escolher um dos seus vices de confiança para substitui-lo “a altura”. Só que se a FIFA pedir a cassação do mandato, entra Delfim Peixoto, seu desafeto e, de acordo com o estatuto da CBF, o vice mais velho e que teria direito ao cargo. Eleito o Cel Nunes, outro homem de confiança de Del Nero, por ser 5 anos mais velho que Peixoto, ele assumiria o cargo de chefe da CBF.

Como diria Bezerra da Silva: “Malandro é malandro e Mané é Mané…”.

3) Já a Liga Sul Minas Rio, que ousa peitar a CBF e ser uma alternativa (mas que possui nomes contestáveis como o polêmico Alexandre Kalil à sua frente), começa mal: divulgou que a ANAF escalará os árbitros.

Só para entender: a ANAF é presidida por Marco Antonio Martins, o catarinense que prometeu greve pelos direitos dos árbitros e que é um dos observadores mais escalado pelo Sérgio Correa da Silva (presidente da CA-CBF) no Brasileirão. A mesma entidade que tem como secretário geral Arthur Alves Júnior, o dirigente do Sindicato e da Cooperativa de SP, que era membro da Comissão de Arbitragem da Federação Paulista e que essa semana foi demitido por acusações de suposto assédio moral e sexual.

Começa mal a Liga… Kalil adora criticar a arbitragem. Quero ver agora!

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s