– O pênalti não marcado em Coritiba 0x0 Vasco da Gama, 3 frases polêmicas de Eurico Miranda e uma ameaça de virada de mesa:

Nenê está na cara do gol, vai chutar e… o lateral direito do Coritiba Leandro Silva o empurra e o calça. DOIS PÊNALTIS EM UM SÓ LANCE! E o árbitro Anderson Daronco estava em cima da jogada, próximo demais do bololô. A única explicação seria que o próprio corpo do atleta paranaense encobre a visão do juiz no empurrão no atacante vascaíno. Outra desculpa não há! Dessa forma, Daronco interpretou como tranco legal (erroneamente), pois se tivesse interpretado como simulação, deveria advertir Nenê com cartão amarelo.

Portanto: pênalti ao Vasco, com aplicação de cartão amarelo (não é vermelho pois havia a chance da bola ser chutada por Nenê e na sequência ser defendida pelo goleiro).

Relembro: Anderson Daronco, como dito algumas vezes aqui, apitou a maior parte dos jogos de TV. Forte, com boa postura, atuou bem nas partidas, mesmo não sendo acima da média na parte técnica. E ressalto o que tenho escrito com insistência: não havia sido testado em jogo com dificuldade elevada! Todas as boas partidas apitadas não foram difíceis. Se escalado fosse para a final da Copa do Brasil, seria o jogo mais complicado a ser avaliado. Neste Coritiba x Vasco, foi o seu primeiro “teste de jogo difícil”. Falhou em lance capital.

Claro, o rebaixamento não se deu a essa partida mas ao torneio todo. E é curioso saber que foram pouquíssimas derrotas no 2o turno e ainda assim, devido ao péssimo início o Vasco caiu.

Aliás, duas observações: a passagem do treinador Jorginho Pastor foi sua ressurreição, pois depois de trabalhar na Seleção Brasileira em 2010, não havia feito um trabalho convincente; a outra: a qualidade do futebol dos rebaixados. Os 4 que caíram não jogam tão diferente do que os 4 que subiram. Dessa forma, não seria repensar que 20 clubes é exagero na Série A?

Recordando 3 frases do presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda:

  1. O respeito voltou, referindo-se à conquista do Campeonato Carioca sobre o Botafogo, mesmo com nítidos erros desproporcionais e numerosos da arbitragem sofridos pela dupla Fla-Flu;
  2. Se o Vasco cair eu vou para a Sibéria, disse ele há 4 meses. Pagou mico… (sobre isso, em: http://wp.me/p4RTuC-cOE).
  3. Tenho uma carta na mão mas não a usarei pois o Vasco tem 10 jogos ainda, dizendo em entrevista à Rádio Tupi AM 1280 sobre disputar ou não a série B – e aí, que reside o perigo. Seria uma “virada de mesa”, aproveitando a atual fragilidade da CBF? O texto está em: http://wp.me/p4RTuC-cQO.

Temo que tenhamos os 24 times (anulando-se o rebaixamento) divididos em 2 grupos jogando entre si com mata-mata na final, como Eurico andou trabalhando nos bastidores.

E você, o que acha? Qual a cartada sinistra do presidente vascaíno?

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s