– Análise da Arbitragem de Paulista 1×1 Mirassol

Para fazer uma análise do que produziu um árbitro em campo durante determinada partida, 3 pilares são necessários:

1- Conhecimento prático e teórico,

2- Isenção passional,

3- Respeito com os apontamentos.

A ideia, em si, é explicar ao torcedor leigo as virtudes e debilidades do desempenho da arbitragem, com destaque aos acertos e críticas construtivas aos erros. E a tarefa não é fácil…

Dito isso, vamos falar sobre Paulista 1×1 Mirassol.

Eu tinha grande expectativa sobre o árbitro Salim Fende Chavez. Por diversas vezes trabalhou no Jayme Cintra como 4o árbitro, havia estreado em importantes jogos da A2 e já apitado em A1. Esteve no Itaquerão como árbitro reserva em Corinthians x São Paulo e vinha sendo um nome observado como promessa.

Se depender do jogo de Jundiaí, demorará para se concretizar a realidade. Frustrante.

Aqui fica uma dica: a postura e a primeira impressão em qualquer atividade ajudam a ganhar boa notoriedade. A arbitragem entrou as 15h52, depois do Paulista FC que entrou as 15h51. Cuspiu diversas vezes (realmente, estranho), inclusive durante a execução do Hino Nacional! Ora, um árbitro com o porte físico invejável como o dele, deve se mancar…

No início da partida, teve que dar os primeiros piques arrumando insistentemente o calção e a gola da camisa. Não havia tempo no vestiário? Nos meus rascunhos, torci para que a implicância inesperada de minha parte fosse apenas “mau humor”. Ledo engano.

Sobre o ritmo em campo: procurou buscar o posicionamento adequado dentro de campo nos minutos iniciais. Com o decorrer do jogo, se achou dentro na diagonal e foi bem nesse quesito. Mas peca em alguns detalhes a serem corrigidos: demarcar faltas com spray na frente do bandeira, do lado da linha lateral, é fruto de falta de experiência. Outra coisa: ficar posicionado durante a cobrança de faltas (por duas oportunidades) com atletas se marcando às suas costas é ruim também.

Um ponto positivo são as marcações claras: define bem os laterais, impedimentos e escanteios. Sinaliza com clareza e tem ótima comunicação visual, em especial ao cartão amarelo aplicado ao Ramalho (PFC) indicando rodízio e persistência de faltas. Também foi prudente ao mostrar o apito aos jogadores em falta frontal, evitando cobrança rápida durante a conferência da barreira. Mas talvez pela empolgação de acertos, um excesso a ser evitado: a comemoração de uma marcação correta! Após uma jogada rápida de contra-ataque onde havia posição ajustada do impedimento de um atacante e o prosseguimento de acerto do lance, árbitro Salim Chavez e bandeira 1 Leonardo Augusto Villa se olharam e cerraram os punhos comemorando. Evite! Eu já passei pela experiência maldosa de se confundir a espontânea vibração de uma marcação correta com o bandeira se passando por comemoração do lance de ataque de uma das equipes. Portanto, o árbitro deve abolir tal gesto, por mais que seja um ato reflexo de um certeiro não impedimento.

DISCIPLINARMENTE, foi bem nas advertências verbais e nos cartões amarelos aplicados. Mas faltaram três cartões: a Mateus Silva (MIR) pelo rodízio de faltas, a Branquinho (aos 88m) por agarrar o adversário e outro a Jader (PFC) pelo forte pontapé aos 89m em Luiz Fernando (MIR).

TECNICAMENTE, enquanto a partida foi fácil no 1o tempo, deu conta do recado. Mas no 2o tempo, à medida que o jogo se tornava tenso, sentiu o peso da disputa. Faltas claras deixaram de serem marcadas, faltando a presença do juizão (a sua imposição mesmo) nos lances. Foram 6 lances mais complicados, sendo 2 importantes acertos e 4 erros relevantes nesse período:

1- Aos 3m, em uma marcação forte de Alan Bahia (PFC) em Xuxa (MIR), onde o atacante do Mirassol perdeu a dividida e caiu, pedindo pênalti. Não foi e o árbitro deu sequência de maneira bem discreta ao lance. Estava bem colocado e isso ajudou no acerto.

2- Aos 4m, Arthur (PFC) tem a bola dominada e está no ataque dentro da área, o zagueiro tenta travá-lo, existindo o contato físico mas não suficiente para derrubá-lo. Também nessa o árbitro acertou ao não marcar pênalti ao Paulista.

3- Aos 22m, no gol do Mirassol: o jogador Mateus Silva (MIR) que tinha a posse de bola e a carregou do meio de campo até a grande área a domina disputando com Ariel (PFC), só que o faz abrindo os braços e dando um tapa certeiro (intencional) no rosto do adversário. Foi falta não marcada. Errou o árbitro em deixar a jogada prosseguir (embora o atleta de Mirassol tenha tido tempo de atravessar metade do campo e não ser incomodado por ninguém na jogada).

4- Aos 42m, Mamadeira (PFC) sofre uma falta clara de Reinê (MIR), que o atinge nas pernas, e o árbitro manda seguir. O lance era claro, mas Salim preferiu deixar o jogo seguir entendo que fora na bola. Errou.

5- Aos 43m, Branquinho (PFC) agarrou pelo cangote e derrubou Murilo (MIR), e nada foi marcado. O treinador do Mirassol Moisés Egert enlouqueceu (com razão), e o lance foi na frente dele… Era tiro livre direto e cartão amarelo. Errou de novo.

6- Aos 48m, o lance mais reclamado: a bola é levantada na área, Mamadeira (PFC) a domina e Douglas (MIR) empurra-o infantilmente o derrubando. Não dá para pensar em simulação pois o lance era favorável ao atacante, tampouco dizer que a mão no peito não teve força suficiente para derrubá-lo. Erro decisivo.

O árbitro Salim Fende Chavez, se bem trabalhado, tem muito potencial, mas precisa ser regular durante o jogo todo e se policiar nos detalhes de postura. Se a partida acabasse aos 75 minutos de jogo, certamente teria uma nota alta. Entretanto, com o aumento da exigência técnica acabou diminuindo seu rendimento na partida. Mostrou-se cru quando precisou usar de experiência. E isso só se corrige sendo escalado e ganhando experiência.

E você, leitor, que assistiu ao jogo: quer dizer algo? Deixe seu comentário:

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s