– Seleção Brasileira: por que não me ufano? Tomara que o apito não apareça em campo…

Já escrevi que considero a atual Seleção Olímpica melhor do que a formada por Dunga na Copa América Centenária.

Após os 6×0 contra Honduras, um exagerado ufanismo tomou conta de muitos. Não nos esqueçamos que falhamos contra a sofrível África do Sul e o sofrido Iraque. Os pobres hondurenhos só sabiam bater, e, em certo momento, mostraram-se ingênuos (o 1o gol que o diga).

Claro que por estar em casa, com suas estrelas, o Brasil é favorito para a Medalha de Ouro (e isso é obrigação, já que se joga com o ataque que, somado, vale meio bilhão de reais).

O pior é ouvir sobre “revanche”! Escrevo com Alemanha x Nigéria ainda jogando, sem saber qual será o adversário.

Se for a Alemanha, bobagem. Revanche contra os germânicos só ocorrerá quando jogarmos na Allianz Arena em Munique numa semifinal de Copa do Mundo, goleando-os. Diga-se o mesmo do Uruguai, sendo final de Mundial no Estádio Centenário.

Já contra a Nigéria, uma “quase-revanche”. Os nigerianos nos eliminaram em Atlanta-94, com Kanu e Okocha (cracaços), sendo que o Brasil tinha Bebeto, Rivaldo e Ronaldo, sendo treinados por Zagallo. Lembremo-nos: o segundo tempo estava 3×1 para o Brasil, e perdemos na prorrogação por 4×3 numa semifinal!

Não importa o adversário: pelo elenco, pelos ditos “investimentos da CBF” e pelos transtornos trazidos aos clubes, tem que levar o Ouro Olímpico.

Só espero que não seja no apito…

Na foto, o timaço de 88 que ficou com a Prata contra os soviéticos:

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s