– Xingamentos citados, mas não comprovados! Houve racismo em Jundiaí?

Após, o término da partida entre Paulista 0x2 Red Bull, atletas do “Toro Loko” foram ao alambrado “baterem-boca” com torcedores do Galo. Posteriormente, veio a informação de que eles estavam inconformados por algum xingamento racista. Da cabine da Rádio Difusora, eu e meus colegas de transmissão vimos o número 4 na discussão. Na súmula, algo um pouco diferente: o lateral Bruno Santos e o zagueiro Marcos Vinícius disseram ao árbitro Edson Alves da Silva que ambos foram chamados de “macaco”. Ainda, no campo “ocorrências” do documento do jogo, divulgado há pouco, o juizão disse que não ouviu o xingamento. Abaixo, o relato oficial:

“Após o término da partida, os jogadores n. 2 o Sr. Bruno F. dos Santos e n. 4 o Sr. Marcos Vinícius G. Nascimento da equipe Red Bull dirigiram-se próximo ao alambrado para conversar com torcedores da equipe do Paulista Futebol Clube Ltda. Em seguida, estes, vieram em direção à equipe de arbitragem, alegando terem sido alvo de xingamentos racistas, com a palavra “macaco”, porém nós da equipe de arbitragem, não ouvimos tais xingamentos. “

Curiosidade: as praças esportivas fazem parte de um banco de dados da FPF, onde os estádios são inseridos automaticamente na súmula eletrônica. E não é que lá consta o Jayme Cintra como “Estádio MUNICIPAL”?

O link está em: http://www.futebolpaulista.com.br/sumulas2.php?cat=70&cam=100&jog=104&ano=2016

Se verdade o ato racista, penso que se deveria identificar o torcedor e puni-lo conforme as leis deste país. Afinal, só existe uma raça: a raça humana.

bomba.jpg

Anúncios

Um comentário sobre “– Xingamentos citados, mas não comprovados! Houve racismo em Jundiaí?

  1. Eu estava na torcida do paulista nesse dia, tenho meu bilhete ainda para comprovar. Realmente houve xingamento da parte dos jogadores do paulista, principalmente de um senhor de idade, a torcida gritou a palavra macaco primeiramente para o jogador Bruno F. Dos Santos, que anteriormente mostrou o dedo do meio para a torcida por um motivo que eu não entendo até agora, isso enfureceu os torcedores e somente algumas pessoas o insultaram com racismo. O jogador Marcos Vinicius tomou as dores e foi até o alambrado somente conversar, os torcedores do paulista negaram que gritaram “macaco” mas esse senhor de idade gritou enquanto o Marcos Vinicius ainda estava no alambrado. O jogador Lucão do paulista pediu para ele parar. Eu não sou árbitro, não escrevo a súmula, mas eu estava ali na torcida, não tinha tantas pessoas nesse dia, e tudo isso aconteceu na minha frente.

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s