– Breve explicação sobre o mau momento da arbitragem brasileira (6 importantes tópicos)

Não há muito o que enrolar ao leitor e ao torcedor apaixonado por futebol: por quê os árbitros brasileiros estão em um momento tão ruim?

1) A renovação tem sido falha. Durante mais de 1 década, a arbitragem paulista foi dirigida por um Coronel que comandava a repressão às torcidas organizadas. Quantos jogos ele apitou? Já a arbitragem carioca é liderada por um chefe que comandou / comanda a Comissão, o Sindicato e a Cooperativa local. Pode?

2) Só em São Paulo, entram para a escola de árbitros cerca de 100 alunos por ano. Quando os árbitros FIFA brasileiros eram na sua maioria paulistas, todos foram das turmas do Professor Gustavo Caetano Rogério (que saiu em 1995). Portanto, desde então, se formaram (em 20 anos) cerca de 2.000 apitadores e bandeirinhas. Desta massa incrível, vingaram… Entenderão? Se pensa na quantidade e não na qualidade (e isso serve para todos os estados que enviam árbitros para a CBF).

3) O sorteio da arbitragem foi criado com bom intuito: a fim de não permitir que um “juiz de esquema” fosse indicado para favorecer uma equipe. Isso faria com que quem escala não pudesse escolher seus preferidos e quem fosse escalado estaria “à sorte grande” em determinados jogos. Porém, o espírito da coisa foi deturpado e o globinho costuma ter uma metodologia contestável, onde não é um grupo de árbitros escolhidos ao Deus-dará, mas sim um elenco com bula e regras confusas. É a alegria de quem sorteia, pois seu árbitro mal formado e mal orientado, se for mal na atuação da partida, será criticado pelo empecilho do sorteio não permitir planejamento de carreira.

4) Árbitros do MS, do RN, do SE e de outros centros não tão desenvolvidos do futebol são escalados sob a desculpa de “integração nacional”. Bobagem, não são os melhores juízes os escolhidos, mas aqueles que atendem pedidos políticos. Se não é assim, por que Francisco Nascimento-AL, o “Chicão de Alagoas” (terra de Renan Calheiros) ou Dewson Freitas-PA (terra do Coronel Nunes) chegaram à FIFA, mesmo com fracas arbitragens? A coisa é mais séria quando se questiona: quantos Fla-Flus, Grenais ou Corinthians-Palmeiras os árbitros apitam antes de ganharem a honraria do escudo FIFA? Nenhum! Lembre-se que Dulcídio Wanderlei Boschilia nunca foi da FIFA.

5) Sérgio Correa da Silva foi presidente do Sindicato de Árbitros de São Paulo e membro da Comissão de Árbitros da FPF (seu sucessor, Arthur Alves Jr, idem – e posteriormente afastado após escândalos morais). Há quantos anos ele está na CBF, num entra-e-sai como Presidente da CA-CBF, chefe do Departamento de Árbitros ou outro cargo que existir? Passou por Ricardo Teixeira, José Maria Marin e agora por Marco Polo Del Nero. Reclamado pelos 20 times da Série A (e talvez pelo mesmo tanto da série B, C e D), nunca cai! É por ser “hiper-competente e nós não entendemos isso” ou o quê acontece que foge da nossa compreensão?

6) A definitiva não-profissionalização dos árbitros, desejada no íntimo dos sindicatos e associações de classe, em conformidade com a vontade da CBF, mas dita diferente aos meios de comunicação, é sem dúvida outro mal que nem precisa ser discutido.

Enfim, sem a força dos clubes e o desejo REAL de mudança dos cartolas, nada vai acontecer.

Obs: não sou candidato a nenhum cargo diretivo, nem pelego, nem postulante a boquinha alguma nos convites de visitas às entidades costumeiramente feitos. Apenas sou um ex-árbitro (apaixonado e estudioso pelo assunto) que divide esse tema com minhas outras searas profissionais no comércio e no ensino superior, onde também milito.

bomba.jpg

Anúncios

Um comentário sobre “– Breve explicação sobre o mau momento da arbitragem brasileira (6 importantes tópicos)

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s