– O chororô do Mano: sobre os lances polêmicos de Corinthians x Cruzeiro

Quer dizer que a bola que bateu despretensiosamente no braço do atleta corintiano dentro da área foi pênalti para o Cruzeiro?

Segundo Mano Meneses, treinador da Raposa, sim. Com o radicalismo da Regra 12B inventada pela CBF (uma ironia sobre a orientação de movimento antinatural da mão na bola, onde aqui interpretamos equivocadamente a orientação da FIFA), até que alguns árbitros brazucas marcariam. Na Regra oficial da International Board, não foi!

Sobre o gol em posição de impedimento, realmente procede a queixa. Mas cá entre nós: é o lance difícil, milimétrico, onde não dá para culpar o bandeira. Só se percebe o impedimento pela TV e com muito esforço.

O gozado é ele fazer ironia sobre ajuda ou não de arbitragem… assuma a derrota, Mano.

bomba.jpg

– Quem vai pagar a Taxa?

Respeitosamente, mas sou totalmente contra a chegada do Cel Marcos Marinho para a Comissão de Árbitros da CBF.

Em São Paulo, criou um ranking confuso e inválido. Não revelou quase ninguém, apesar de ter começado sua administração com boa vontade (embora, todos nós sabemos, sem conhecer as regras do futebol).

Leio que a nova CA-CBF prometeu que pagará a taxa do jogo em que o árbitro estiver escalado e por motivo de força maior não comparecer. Assim, questiono:

  • É a CBF quem realmente paga? Então ela assume o vínculo empregatício?
  • Quantos casos como esses você viu acontecer?

O mais importante: sobre a Profissionalização da Arbitragem, o Cel Marinho passou ao largo…

Que tenha sucesso no novo cargo altamente remunerado. Se for como fez na FPF, continuaremos do mesmo jeito…

Não confio na competência dos cartolas do apito e do futebol. E tenho dito.

bomba.jpg