– Mando de Campo de Jogo no Brasileirão e na Inglaterra: qual é mais justo?

O mineiro América será mandante no Paraná contra o Palmeiras. O carioca Flamengo será mandante em São Paulo contra o pernambucano Santa Cruz, que por sua vez será mandante no Mato Grosso contra o Corinthians.

É um campeonato itinerante ou não?

Dito isso, reproduzo um material do ano passado (03 de agosto), na minha coluna do Jornal Diário de São Paulo / Rede Bom Dia, sobre o mesmo tema na Inglaterra. Veja a diferença:

MANDO DE CAMPO NA INGLATERRA

Eis que na endinheirada Premier League, uma decisão que bate de frente com o assunto “mando de jogo”: o Tottenham fechará o seu estádio, o White Hart Lane, a fim de aumentar a capacidade para 61 mil lugares. O clube planeja mandar suas partidas em alguns estádios durante a temporada 2015/2016: o mítico Wembley (90.000 lugares) e o Milton Keynes Stadium (30.500 lugares) estão na pauta, além de outras praças que fizeram convite ao clube.

Entretanto, Richard Scudamore, o CEO da Premier League, declarou ao “The Guardian”:

“Eles terão que jogar todos jogos no mesmo estádio a temporada inteira. Pela integridade da competição. Você não pode ser mandante em 19 partidas sendo que 10 no Stadium MK e 9 em Wembley. Isto seria completamente injusto. Eles não serão autorizados na nossa competição.

Preste atenção: o Tottenham têm dois estádios com acertos financeiros e pretende (ou pretendia) aceitar mais convites; mas a Liga, em nome da igualdade de disputa a todos os adversários, proibirá.

O que você pensa sobre isso? Deixe seu comentário:

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s