– Se pensar não apita?

Mirandinha, aquele que veio do Payssandu e jogou no Corinthians, um dia disse: “se eu correr não dá para pensar”.

E não é que o Coronel Marcos Marinho repete aos árbitros esse discurso?

Ao GloboEsporte.com, disse o novo chefe dos árbitros da CBF:

Você ensina aos assistentes, aos árbitros, para sempre marcar o que viu primeiro. Se começar a pensar no lance, vai começar a errar. Certo ou errado, é o que viu. O Emerson quis fazer uma justiça, ‘se eu errei tenho de voltar atrás’. Isso bateu na cabeça dele. Mas na sequência ele foi na primeira visão, no impedimento. Ele quis tentar fazer justiça e acabou prejudicando toda uma situação“.

Respeitosamente, mas o Coronel (que nunca apitou e tardiamente virou chefe dos árbitros do Marco Polo Del Nero em São Paulo sem nunca ter lido um livro de regras), começa muito mal no seu discurso.

Aliás, não só no discurso, mas nas escalas: Chicão de Alagoas volta ao cenário nacional justo no… Grenal!

Haja emoção!

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s