– O pênalti inexistente em Corinthians 1×0 Internacional

A gestão da arbitragem brasileira está em crise. Depois da ruim administração de Sérgio Correa da Silva por anos, agora o Cel Marcos Marinho, Policial Militar que nunca foi árbitro e que foi inventado por Marco Polo Del Nero na FPF e trazido para a CBF, vem ajudando a sucatear o apito brasileiro.

O exemplo disso foi: Rodolpho Toski Marques (que é aspirante à FIFA) foi escalado para o importante jogo entre o Timão X Colorado e marcou um claro pênalti inexistente de Ernando (SCI) em Romero (SCCP). Nada a discutir, erro patético, onde até o atacante corintiano ficou constrangido. Mas era uma escala evitável, já que Toski apitou aquele hiper-polêmico Corinthians X Fluminense pela Copa do Brasil, com 8 situações debatidas nas quais Levir Culpi e Peter Siemsen surtaram? Relembre esse recente e complicado jogo aqui: http://wp.me/p55Mu0-171.

O mais impressionante é que o Internacional reclama mas não se recorda que tivemos também recentemente erros a favor dele, como a atuação horrorosa de Rodrigo Raposo (também aspirante à FIFA, pasmem!) contra o Santos; ou a inesquecível sessão de trapalhadas do árbitro carioca Cavaleiro no Moisés Lucarelli contra a Ponte Preta, quando não perdeu por culpa da arbitragem.

A verdade é: os dirigentes são hipócritas ao reclamarem das más arbitragens somente quando lhes são contrárias. Quando o erro é a favor, fazem de conta que está tudo bem. Sobre isso também falamos em: http://wp.me/p55Mu0-1dm.

img_0123

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s