– O acerto de Vuaden foi por vias tortas em Santos 4×2 Flamengo?

Muita chiadeira a respeito da não confirmação da marcação de um pênalti em Bruno Henrique cometido por Rever. O atacante recebe a bola em velocidade, o zagueiro tenta roubá-la e fica a dúvida: cometeu a infração ou não?

Vuaden entendeu que pegou o atleta e marcou o pênalti. Na primeira impressão, também achei que tinha atingido a bola e o jogador. Mas ao assistir novamente o lance, nesse vídeo da Rede Globo entre os minutos 1’38” e 1’41”, percebo que foi uma jogada legal.

O link aqui: http://globoesporte.globo.com/sp/santos-e-regiao/futebol/times/santos/noticia/david-braz-reclama-de-juiz-na-vila-belmiro-faltou-colocar-a-camisa-do-flamengo.ghtml

Vamos às explicações: nessa semana, existiram dois outros lances polêmicos de situações parecidas (mas não idênticas): pênaltis reclamados em Santos x Bahia e São Paulo x Grêmio, onde os zagueiros tocam com o pé a bola e simultaneamente (com a coxa) a perna do adversário, promovendo a “alavanca”. Em ambos os casos, o correto era marcar pênaltis. Entretanto, na Vila Belmiro, a situação é diferente: Rever (como se vê na imagem citada) toca a bola com a ponta da chuteira e consequentemente, após a bola ter sido desviada, há o contato físico. Isso não é infração, é consequência / casualidade da jogada.

DIDATICAMENTE: tocar a bola e o adversário simultaneamente (em qualquer parte do corpo, desequilibrando-o), é infração (e dentro da área, pênalti). Mas tocar a bola e na sequência ocorrer o inevitável contato físico, já não é infração, mas sim lance legal. São situações diferentes pelas Regras do Jogo.

A questão é: o árbitro Leandro Pedro Vuaden errou (estava um pouco distante, mas considere a velocidade do lance e a dificuldade de interpretá-lo, já que o flamenguista vai no limite da legalidade) e depois consertou ao ouvir a informação do bom árbitro (que trabalhou como quarto-árbitro nesta noite) Flávio Rodrigues de Souza. É inevitável questionar: onde estaria Flávio no momento do lance?

Se o quarto-árbitro está na lateral, mas no meio do campo (como é usual estar) teria ele uma visão melhor do que a do árbitro? Não vi nenhuma imagem do posicionamento dele na hora do acontecido lance polêmico. Assim, 3 situações:

  1. Teria Vuaden o escutado sobre alguma observação com olhos de lince do Flávio e mudado de opinião?
  2. Teria Vuaden ouvido de Flávio que pela distância não poderia opinar sobre a jogada, e o gaúcho teve um repente de remorso e desmarcou o pênalti por conta própria?
  3. Teria Vuaden recebido a informação de Flávio de que a TV disse não ter sido pênalti?

A terceira hipótese tem sido a mais provável para muitos internautas, e é justamente essa que eu não quero crer, já que é ilegal.

A única certeza é: pênalti não foi; se desmarcado por via correta ou não, fica difícil afirmar.

bomba.jpg

Anúncios

4 comentários sobre “– O acerto de Vuaden foi por vias tortas em Santos 4×2 Flamengo?

  1. Através vídeo teipe, na primeira imagem, pra mim, lance legal, sequencialmente, observei que Vuaden não estava na linha diagonal, se estivesse, estaria à esquerda do ocorrido, mesmo que distante, como foi lance aberto, certamente, não erraria

    Curtir

  2. Pois é professor, eu vi o lance de outra forma. Quando BH estica a bola para pegar na frente, esta raspa na ponta do pé do Réver, a bola bate nele e não ele na bola, tanto que se o Réver não derrubasse o BH, este chegaria facilmente nela adiante e provavelmente tocaria para a entrada da área onde outro santista chegava livre e de frente, assim como fez outras vezes nesta mesma temporada.
    No meu entendimento, se o Réver acerta a bola e a desvia no seu intuito inicial (que era cortar pra lateral antes da esticada de BH) e depois derruba o jogador, ótimo, normal, segue o jogo. Neste caso não haveria possibilidade alguma do BH recuperar a bola. Mas no lance ele impediu o prosseguimento da jogada, que não foi concluída pela derrubada do BH. Agora se um mero desvio, uma raspada, isentam qualquer consequência causada por um lance atabalhoado e impede um gol, ou uma jogada promissora gostaria que fosse aplicado em todo jogo e todo lance.
    Este lance é análogo a uma furada que um zagueiro dá em um chutão, mas nesta furada a bola raspa em sua canela e sobra dentro da área, porém o atacante foi impedido de chegar porque também sobra a pernada, conseqüência do lance. Quantos pênaltis e/ou faltas já não foram marcados assim!?
    Por sinal David Braz é mestre em furar a dividida, raspar a bola e acertar o adversário, mas sempre a falta é marcada, e corretamente.

    Curtir

  3. Já mostraram imagem como quarto árbitro no meio do campo na hora do pênalti. O próprio Levir disse que estava ao lado dele naquele momento. Não me incomodo tanto com a não marcação, até pq vários especialistas dizem que não foi mesmo. Mas a maneira como aconteceu achei, no mínimo, suspeita. E o que coloca ainda mais uma pulga atrás da minha orelha foi a não expulsão do Lucas Veríssimo no final do jogo, num lance claro de segundo cartão amarelo. Pareceu compensação.

    Curtir

  4. Prezado André. Este lance citado foi compensação pura, mas não em relação ao pênalti, e sim em relação a não expulsão do Guerrero em um lance que ambos deveriam ter sido punidos com amarelo que para o Guerrero seria o segundo. Mais uma arbitragem desastrosa deste cidadão. Sem falar que o mesmo em 2012 acabou com as chances do peixe contra o Corinthians na libertadores, naquele episódio de arbitragem travada e tendenciosa, totalmente diferente de sua característica que era deixar o jogo correr, e daquele bandeirinha (chamar de auxiliar seria ofensa à categoria) que entrou tresloucado em campo girando e dando escândalo. Este árbitro é um vândalo!

    Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s