– O AAA ajudou ou atrapalhou o Árbitro na partida entre Botafogo 3×4 São Paulo?

Na partida jogada no Engenhão entre Botafogo 3×4 São Paulo (muitos gols e muita alegria e decepção para os torcedores devido ao vira-vira no placar), dois lances foram muito discutidos:

1- O pênalti a favor do São Paulo: com razão, o Botafogo reclama da marcação de uma infração inexistente. O árbitro goiano André Luís Freitas de Castro está longe do contra-ataque puxado pelo atacante Wellington Nem (SPFC) e o defensor Carli (BOT) tenta roubar a bola dele. O são-paulino abandona a bola e já vai caindo na aproximação, uma simulação grotesca! Pior do que a queda canastrã foi a ação do Árbitro Adicional Assistente (AAA 2) Breno Vieira Souza, pois o lance foi na frente dele e poderia ter socorrido o árbitro central do seu equívoco. Na cobrança do Tricolor, Gattito Fernandes defendeu

2- Há uma reclamação menor, mas importante para se discutir, de um suposto pênalti por mão na bola de Edmar em lance de Roger. O braço aberto mostra intenção disfarçada ou movimento antinatural de tocar deliberadamente na bola? Na minha interpretação, não. Portanto, não foi pênalti reclamado para o Fogão.

O lance da simulação de Wellington Nem está aqui, entre o minuto 3’27” e 3’37”, em: http://globoesporte.globo.com/rj/futebol/brasileirao-serie-a/jogo/29-07-2017/botafogo-sao-paulo/#video-id=6042267

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s