– O Dinheiro do PRAB da CBF não poderia ser melhor gasto?

Em meio a tanta discussão sobre a qualidade da arbitragem brasileira e a necessidade de profissionalizar o quadro nacional, eis que uma notícia me deixa curioso: o investimento da CBF no PRAB (Programa de Renovação da Arbitragem Brasileira), onde Sérgio Correa da Silva e Manuel Serapião (sim, eles continuam sob o comando de Marco Polo Del Nero mesmo com a entrada do Coronel Marinho) ensinam jovens árbitros a respeito do conceito de “integração do trabalho da arbitragem”.

Tudo é válido para melhorar, mas me chama a atenção que o evento acontece em um resort de Águas de Lindoia, com árbitros indicados pelas Comissões de Arbitragem das seguintes federações: Alagoas, Amazonas, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Paraíba e Tocantins. Além deles, há o venezuelano Freddy Fernandes participando pela federação manauara, a qual pertence.

Cá entre nós: o critério de indicação foi qual? Se são do Centro Oeste, NO e NE, por que o evento no interior de SP por 10 dias? E os recursos financeiros dispensados são necessários ou deveriam ir para aprimoramento de quem está trabalhando nas outras divisões no quadro da CBF?

Vale a discussão se o dinheiro é bem ou mal gasto…

bomba.jpg

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s