– Análise da Arbitragem de Paulista 2×0 São José

Numa tarde gelada no Estádio Jayme Cintra, um jogo quente. Mas não gostei da arbitragem.

Flávio Roberto Mineiro Ribeiro “não deu qualquer faltinha” na partida (um risco, pois poderia fazer uma leitura mais cautelosa em determinados momentos do jogo) e deixou o jogo correr, no limite da aplicação de vantagens corretas (ultrapassando para as incorretas vez ou outra). Entretanto, ao ver que entradas viris eram permitidas, os jogadores começaram a falar bastante com a arbitragem e pressioná-lo. Houve um inicial momento de tensão, embora a partida tenha fluido bem pelas características dos atletas.

O número de faltas, no final, foi baixo devido a muitas não marcadas. Há uma confusão em “soltar o jogo” e “abdicar da marcação de faltas”, precisa corrigir isso. No final da partida, começou a marcar as infrações que não marcava.

Fisicamente, poderia correr mais, pois mostra bom condicionamento físico mas não se posiciona tão próximo quanto deveria no meio de campo (onde ocorreram várias situações de conflito). Nas áreas de ataque, aí sim se aproximava e trabalhava bem em colaboração com os bandeiras.

Disciplinarmente, faltou ser mais criterioso, pois deixou de aplicar um cartão amarelo para Zanetti (SÃO) que cometeu 5 faltas e deu “um abraço de jacaré no adversário”, além de outro para Pedro Demarchi (PAU), por dois lances não marcados, incluindo um agarrão faltoso na camisa, que o árbitro não viu (ambos bem em frente à nossa cabine de transmissão). Aos 80m, poderia ter aplicado o segundo amarelo e consequentemente o vermelho a Pit (SÃO), que matou o contra-ataque. Optou em nada advertir.

O maior erro do árbitro no jogo foi técnico, aos 77m: Yan (PAU) sofre o pênalti cometido por Gabriel (SÃO). O defensor reclama com os companheiros que não tinha outra coisa a fazer e, para surpresa, o árbitro sinaliza simulação. Errou.

Uma dica ao juizão: vibre mais, converse menos e procure manter coerência na arbitragem (ou seja, manter um critério uniforme). Isso ajudará a melhorar tecnicamente. E sem esquecer: bandeiras e quarto-árbitro foram muito bem.

Gols: 2×0
Faltas: 12×16
Cartões Amarelos: 1×3
Cartões Vermelhos: 0x0
Público: 1015 pagantes
Renda Líquida: R$ 13.240,00

D63rZ2lW4AAuR2F.jpg-large

O arco-íris se fez presente no Jayme Cintra durante o jogo!

2 comentários sobre “– Análise da Arbitragem de Paulista 2×0 São José

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s