– Mas que vacilada, Tragante!

Se quando um ex-árbitro revela qual foi o seu time do coração quando ainda torcia  – e isso é muito complicado (vários, como eu, deixam de tê-lo para todo o sempre, pois você acaba conhecendo os bastidores do futebol mais a fundo), imagine se o cara ainda está em atividade no esporte!

Márcio Tragante é um cara do bem. Conheço ele, é gente boa, parou de bandeirar e virou analista da FPF. E na sua Rede Social deixou escapar piadinhas envolvendo as eliminações de Mengão e Porco.

Pô, se segura, amigo! Pode parecer brincadeira bobinha, mas estamos no mundo do futebol e da web! Quer lugar mais propício para entender que isso não é devido?

Se fosse de um torcedor comum, passaria batido. Mas o problema é que a atividade que exerce não permite… 

Abaixo, extraído de: https://jovempan.uol.com.br/esportes/futebol/analista-de-var-provoca-palmeiras-e-fla-apos-eliminacoes-e-e-afastado-pela-fpf.html

ANALISTA DE VAR PROVOCA PALMEIRAS E FLAMENGO APÓS ELIMINAÇÕES PELA FPF

Marcio Tragante, assistente de arbitragem da Federação Paulista de Futebol e da CBF, provocou Palmeiras e Flamengo após as eliminações dos times na Copa do Brasil, na última quarta-feira (17). Hoje, o auxiliar foi afastado de todas as atividades dos campeonatos organizados pela FPF. A informação foi inicialmente divulgada pelo site “Nosso Palestra”.

Em sua conta pessoal no Facebook, Marcio postou memes satirizando. “Copinha Manchada”, dizia uma delas. Em outra, uma montagem com os rostos de Dudu, atacante do Palmeiras, e Diego, meia do Flamengo, faziam referência a uma dupla sertaneja chamada “Cheirinho e Chorão.”

Ex-árbitro, atualmente o profissional estava atuando como analista de campo ou como analista de vídeo (VAR). Ele trabalhou, inclusive, na partida entre Palmeiras e São Paulo, válido pela semifinal do Campeonato Paulista.

Punido, Marcio terá o seu caso avaliado pela Corregedoria de Arbitragem para que tome as providências cabíveis.

Em nota, a FPF tomou conhecimento e esclareceu o caso.

“Informada sobre essas postagens, a Federação Paulista de Futebol verificou a veracidade  das informações com o senhor Marcio Tragante, que confirmou ter realizado os posts. 

Imediatamente, a Diretoria de Arbitragem afastou o mesmo de todas as atividades como avaliador de arbitragem nos campeonatos organizados pela FPF e encaminhou o caso para a Corregedoria de Arbitragem para que tome as providências cabíveis.

A FPF ressalta que repudia de maneira veemente a atitude de Tragante, uma conduta inaceitável e antiprofissional que não condiz com os princípios da entidade.” 

 

– É inveja que muitos tem sobre o comentarista Sandro Meira Ricci ou não?

Sem titubear na resposta: um pouco, sem dúvida.

Me admiro como tem gente que procura “cuidar da vida dos outros”. Uma pena que isso ainda aconteça nos dias atuais. Explico:

Vejo e leio muitas pessoas criticando a participação (e ainda cornetando a contratação) de Sandro Meira Ricci, o ex-árbitro de futebol que apitou duas Copas do Mundo, analisando pela Rede Globo, desde a aposentadoria de Arnaldo Cesar Coelho. E olha que já faz tempo…

Cá entre nós: apesar de muita gente lembrar de erros de jogos por ele arbitrados no final de carreira (eu prefiro também recordar dos acertos no começo dela) ou de falarem de uso político do apito (mesmo sem embasamento muitas vezes, já que quando ele iria para a FIFA “perdeu um ano” na espera), penso que não se pode confundir o profissional com o homem

Eu vejo o próprio Gaciba (hoje na CBF e antes na Globo), o Paulo César de Oliveira, o Sálvio Spinola, o Godoi, o Carlos Eugênio Simon, agora a Renata Ruel, fazendo seus comentários, nos quais posso concordar ou discordar. Normal. Mas não é por isso que desqualificarei alguns deles. Há muita situação interpretativa e se torna impossível a opinião ser uníssona no futebol. Eu mesmo discordei bastantes de alguns comentários de lances comentados pelo Ricci na Globo – sempre respeitosamente. Afinal, comentar na TV não é para qualquer um e tem que ter competência, não há dúvida.

Por quê se preocupar e FALAR ou ESCREVER publicamente sobre a vida pessoal dele? Não se deve fazer isso de ninguém! Vira-e-mexe recebo coisas que são pura fofoca, nada mais do que isso, e que envolvem de futebol até sobre o casamento dele com a ex-assistente Fernanda Colombo (imagine que babaquice falar sobre isso).

Deixa o cara na dele! A vida pessoal é do Sandro Meira Ricci, só interessa a ele. Aliás, se a pessoa não gosta de assistir ele comentando, ou o Galvão narrando, mude de canal! Simples.

Aproveitando: a Central do Apito, onde atua na TV Globo nitidamente, existe e foi criada para não se dizer que o Arnaldo era insubstituível, mas principalmente para que a opinião do comentarista de arbitragem não fosse repassada ao árbitro durante o jogo. Perceberam como mudou a participação do analista do árbitro nas transmissões? Assim, não fica conveniente enrolar em campo para saber o que foi dito ao vivo na TV aberta e isso servir de decisão ao árbitro, como era feito antes.

Enfim: cada um na sua! Ninguém pode fazer juízo de alguém abertamente, desrespeitando os outros.

bomba.jpg