– Análise Pré-Jogo para a Arbitragem de Red Bull Bragantino x São Paulo FC: o que esperar do árbitro?

O que esperar de Felipe Fernandes de Lima, árbitro de Belo Horizonte, Professor de Educação Física, com 34 anos, e que está escalado para o importante jogo envolvendo Red Bull Bragantino x São Paulo pelo Brasileirão?

Felipe é um árbitro “moderno”, como a CBF tem procurado desenvolver: com ótimo porte físico, “boa pinta” e que tem idade suficiente para ficar alguns anos no quadro da FIFA. Lembrando que, por ser de Minas Gerais, tem a seu favor o fato de que, na geografia da CBF, você precisa ter um árbitro mineiro entre os 10 do quadro internacional (Márcio Rezende de Freitas e Ricardo Marques Ribeiro foram os últimos juízes de MG nesta relação). Assim, prepará-lo para 2023 é a meta, tornando-o aspirante à honraria em 2022.

O problema é que você não pode apressar demais uma carreira (a CBF precisa revelar novos talentos, mas tem muita dificuldade por vários fatores – e isso acaba atrapalhando a meritocracia real). Felipe está há apenas 3 anos na CBF, e já no primeiro ano foi escalado na série A. Assisti Palmeiras 1×0 Ceará, onde ele não foi muito bem.
(Sobre esse jogo, em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2019/11/03/como-entender-os-erros-de-palmeiras-1×0-ceara-e-o-var-serve-para-que/).

No seu segundo ano na CBF, foi ganhando mais rodagem em jogos menos importantes da Série A e em partidas mais relevantes na Série B. Ou seja: foi adquirindo experiência fora do usual, que seria ficar 1 ou 2 anos nas séries D e C. Evoluiu, sejamos justos.

Neste ano, apitou 8 jogos da série A (sendo 3 Vitórias dos Mandantes, 1 Empate e 4 Vitórias dos Visitantes). Sua grande oportunidade foi no Maracanã, onde teve ótima atuação em Flamengo 5×1 São Paulo, mas depois… subiu-lhe a cabeça “o sucesso” (propositalmente redigido entre aspas). Foi suspenso após, na partida entre Vasco 1×0 Vila Nova pela Segundona (onde ele entrou em campo com uma marra enorme), ter esnobado a divisão por duas vezes e sendo flagrado pela Sportv. No GE.com, a emissora colocou as imagens e o relato de que:

“A transmissão do Premiere registrou alguns desses momentos. Em um deles, o árbitro, ao falar com os jogadores, ironizou os colegas: ‘Eles estão acostumados com árbitro de Série B’. Em outro momento, Zeca pediu esclarecimento sobre uma marcação, Felipe respondeu: ‘Explicação eu dou para minha esposa’.”.

Escrevemos sobre esse triste episódio em: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2021/08/11/o-arrogante-arbitro-de-vasco-x-vila-nova/

O chefe da CA-CBF, Leonardo Gaciba, afastou ele por 1 mês. Depois disso, o escalou numa partida Sub17, depois em outra da série B e o voltou para uma boa sequência de escalas na série A: só em Outubro, apitou dia 03: Grêmio 1×2 Sport; dia 09: Fortaleza 0x3 Flamengo; dia 17: Athletico 0x1 Fluminense; e agora, no dia 24, apitará o Massa Bruta contra o Tricolor (repare que depois da sua volta, só vitórias dos visitantes).

Seu histórico de jogos envolvendo os times em sua carreira de 3 anos no Campeonato Brasileiro:

Nas partidas do São Paulo FC:
Ceará 1×1 SPFC (2021)
Flamengo 5×1 SPFC (2021)
SPFC 1×0 Sport (2020)

Nas partidas do Red Bull Bragantino:
RBB 0x2 Internacional (2020)
Bahia 2×1 RBB (2020)
Paraná Clube 2×1 RBB (2019)

Felipe tem muito potencial: corre bastante, é razoável tecnicamente, se posiciona bem dentro de campo e disciplinarmente é rigoroso (usa bastante a advertência verbal, mas não vacila na aplicação de cartões). Porém, precisa entender que os protagonistas do futebol são os jogadores, e não confundir autoritarismo (ruim para a sociedade em geral) com a autoridade (tão necessária para se apitar uma partida).

Desejo boa sorte à equipe de arbitragem e ótimo embate entre as equipes.

O octeto dos árbitros será composto por:

Árbitro: Felipe Fernandes de Lima
Bandeira 1: Guilherme Dias Camilo
Bandeira 2: Fernanda Nândrea Gomes Antunes
Quarto-Árbitro: Salim Fende Chavez
Árbitro de Vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira
Bandeira de Vídeo: Marcus Vinícius Gomes
Avaliador de Árbitro presente no campo: Eduardo César Coronado Coelho
Avaliador de Árbitro acompanhando pelo vídeo: Alício Pena Júnior.