– Árbitros de Flamengo x Corinthians e Palmeiras x Atlético pela Libertadores.

1. O uruguaio Esteban Ostojich Daniel Vegah, 40 anos de idade e há 6 temporadas na FIFA, apitará Flamengo x Corinthians pelo jogo de volta da Libertadores da América. Para refrescar a memória, Ostojich apitou a final da Copa América entre Brasil x Argentina em 2021, foi o árbitro da semifinal da Libertadores entre Palmeiras x River Plate, e atuou na final entre Bayern x Tigres pelo Mundial de Clubes da FIFA.

Esteban tem ótimo condicionamento físico, é muito bom disciplinarmente e tem desemprenho técnico razoável (digo isso pois vejo alguns erros evitáveis e muito suporte do VAR em seus jogos – menos do que temos no Brasileirão e mais do que é comum na Europa).

2. O colombiano Wilmar Roldan, experientíssimo (mas irregular) apitará Palmeiras x Atlético Mineiro. Lembro-me que em janeiro ele foi péssimo no Equador 1×1 Brasil (relembre aqui: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2022/01/28/as-6-situacoes-discutiveis-da-arbitragem-de-wilmar-roldan-em-equador-1×1-brasil/). Mas em Agosto do ano passado, pela Libertadores, foi muito bem em Palmeiras x São Paulo. Entretanto… seu histórico não é lá essas coisas.

Para relembrar: Tigre x Palmeiras, em 2020: https://professorrafaelporcari.com/2020/03/05/os-dois-erros-de-arbitragem-nos-jogos-do-palmeiras-e-flamengo-na-libertadores-se-tivessemos-o-var/

A minha dúvida: Roldan é rigoroso disciplinarmente, e sendo assim, como será o comportamento de Abel Ferreira frente ao juiz?

Aguardemos.

Conmebol adianta 60% da premiação da Libertadores e Sul-Americana | Agência  Brasil

Imagem: divulgação.

– O zagueiro ideal para árbitros brasileiros.

Não pude deixar de publicar… essa veio do Mauro Cezar Pereira, e é impossível discordar (leia o texto abaixo, sobre os pênaltis equivocados de mão na bola):

Mauro Cezar @maurocezar
Este é, agora, o zagueiro mais disputado do futebol brasileiro. Revelamos aqui uma imagem que mostra quem é esse reforço fundamental que deve ser disputado por todos os times do país.

– FENAF: É outra entidade, é paralela ou é substitutiva?

Estou lendo que houve uma assembleia extraordinária da ANAF (o sindicato nacional dos árbitros de futebol) neste último final de semana. E a entidade que passa por um momento de desavença com a CBF (que parou de enviar recursos a ela – segundo a ANAF, eram direitos de imagem, e segundo a CBF, eram ajudas de custo por indicar membro para o STJD, link aqui: https://www.apitonacional.com.br/noticias/CBF-corta-repasse-financeiro-da-ANAF-crise-gera-acusacoes-e-pode-terminar-em-greve-da-categoria.html), parece ter congregado um grande número de sindicalistas estaduais.

A ideia, pelo que vejo, é da criação de uma Federação Nacional dos Árbitros de Futebol. Mas seria uma outra entidade representativa, igual à ANAF, paralela à ela ou substitutiva?

Curioso. Sem dinheiro, como os sindicatos farão? Veja o SAFESP, instituição do estado mais rico do Brasil que está abandonado. Aliás, nas fotos publicadas nas Redes Sociais, vejo outrora adversários políticos (e alguns até mesmo com status de “inimigos”) se abraçando

O Futebol imita a Política no Brasil, não?

Blog do Gaciba » A “REGRA” DOS CARTÕES » Arquivo

Imagem extraída de: http://sportv.globo.com/platb/blog-do-gaciba/2011/10/25/a-regra-dos-cartoes-amarelos-e-vermelhos/