– E cadê o livro de Regras do Jogo 2022/2023?

As Regras do Futebol para a Nova Temporada (2022/2023) começaram a valer em 1º de julho de 2022. Mas… tente “imprimir” ou “fazer download” em “Língua Portuguesa falada no Brasil”!

Até hoje, 18 de agosto, as entidades oficiais brasileiras não atualizaram seus anexos. A CBF só disponibiliza hoje as alterações em seu link, sem as regras oficiais (link aqui: https://www.cbf.com.br/a-cbf/arbitragem/aplicacao-regra-diretrizes-fifa – verifique que as 17 regras não estão disponibilizadas).

A FPF, outra entidade importante, trabalha com o arquivo eletrônico da temporada 2021/ 2022, sem disponibilizar o link das alterações em seu site (exatamente o contrário da CBF, vide em: https://futebolpaulista.com.br/Arbitragem/Regras.aspx).

Caso as entidades tenham a boa vontade de colocar o arquivo das Regras 2022/2023 para impressão, ficarei feliz (normalmente, semanas depois de reclamação, fazem a atualização). Por enquanto, vou usando o App oficial da IFAB, que é o texto original em Inglês.

A questão é: em português e impresso, fica mais fácil para pesquisar especialmente quando não se tem acesso à Web…

Creiamos que, enquanto isso, todos os árbitros, bandeiras e VARs estejam devorando a regra em inglês. Ou não?

Ironias à parte, ao invés de ajudar na divulgação, parece que as entidades do futebol querem esconder os textos…

Nota Oficial

– Fluminense 2×2 Fortaleza: os lances polêmicos da arbitragem e a reclamação do tricolor cearense.

O Fortaleza reclama da arbitragem após sua eliminação da Copa do Brasil. Com ou sem razão?

Com razão, devido ao pênalti. Vamos lá:

Aos 59m, Brítez (FOR) está marcando Matheus Martins (FLU) que está na área. O atleta atacante sai dela, e o defensor (que ainda está dentro dela) tenta roubar a bola, cometendo infração. Pênalti ou não?

Lembre-se: a infração deve ser marcada no local onde ela se consome. Matheus Martins é tocado FORA DA ÁREA, não importa se o infrator estava dentro (portanto, é falta). Se fosse em cima da linha, seria pênalti (já que as linhas fazem parte da área penal). O árbitro Wilton Pereira Sampaio marcou corretamente a falta, mas o VAR Pablo Ramon Pinheiro / RN sugeriu que foi dentro… errou. Wilton (que vai à Copa com Claus) deveria ter batido no peito e mantido sua decisão de campo. Pablo (que não vai à Copa, assim como nenhum VAR brasileiro irá, pois ninguém teve capacidade de se qualificar) deveria ter ficado quieto.

Aos 71m, Arias (FLU) cruzou para Cano (FLU) que fez o 2º gol. O braço do atacante está à frente da linha (entretanto, ele não conta para o impedimento, já que braços não são partes “jogáveis”). Resta a dúvida: as partes jogáveis dele estavam à frente ou em mesma linha do defensor? Confesso que não consegui assistir as linhas traçadas pelo VAR, mas lembro: se o lance é ajustado / duvidoso, deve prevalecer a decisão de campo.

A pergunta é: e a Inter-temporada dos árbitros, não adiantou?

Arte extraída de: https://diarioprime.com.br/futebol-ao-vivo/jogos-de-hoje/jogo-ao-vivo/serie-a-ao-vivo-fortaleza-e-fluminense-jogam-pela-serie-a-neste-sabado/