– Análise da Arbitragem de Atlético Mineiro 1×1 Red Bull Bragantino.

Boa arbitragem de Jean Pierre “Vin Diesel” na tarde de hoje. No primeiro tempo, tivemos apenas 6 faltas marcadas (2 do Galo e 4 do Massa Bruta), e no segundo, 10. As equipes colaboraram e o árbitro, logo no começo do jogo, mostrou que não marcaria “cavadas”. Ah se todo jogo fosse assim…

Sem polêmicas, sem simulações e sem unfair-play. Ótimo. Três cartões amarelos corretamente aplicados (incluindo o de Carlos Eduardo, que não era para Vermelho, pois foi ação temerária em Guilherme Arana).

O destaque negativo ocorreu aos 49m, quando vimos um lance do “VAR intrometido”: num chute para o gol, a bola bate claramente no peito do jogador do Red Bull Bragantino, estando o árbitro bem posicionado e mandando seguir (era o último lance da etapa), e Jean Pierre foi chamado. É “caçar pelo em ovo”, não foi nada e parece que, simplesmente para aparecer, tem que existir uma intervenção do árbitro de vídeo. Impressionante a desnecessidade do chamado.

Atlético-MG X Bragantino: Saiba onde assistir e prováveis escalações

Imagem extraída de: https://sportbuzz.uol.com.br/noticias/futebol/atletico-mg-x-bragantino-saiba-onde-assistir-e-provaveis-escalacoes.phtml

– Os 3 lances polêmicos de Palmeiras 2×2 Athletico Paranaense.

O árbitro Esteban Ostojich, em janeiro de 2021, pela partida de volta da semifinal da Libertadores de 2020, foi elogiado por Abel Ferreira em Palmeiras 0 x 2 River Plate (ocorreram 3 lances fundamentais que os argentinos chiaram bastante, pois as decisões – corretas – classificaram os brasileiros).

Relembre aquela oportunidade aqui: https://pergunteaoarbitro.wordpress.com/2021/01/15/3-pontos-de-vista-sobre-o-var-do-allianz-arena/

Nesta 3ª feira, em Palmeiras 2×2 Athletico (novamente um jogo de volta da semifinal da Libertadores), igualmente 3 lances polêmicos. Vamos a eles:

1- Aos 27m, Rony e Alex Santana estão naquele outrora corriqueiro “empurra-empurra” dentro da área (que diminuiu bastante nos últimos anos). A troca de agarrões termina quando o atleta do Furacão atinge o palmeirense, que cai na área. Agressão?
No futebol, isso se chama “Ação Temerária”, e é para Cartão Amarelo (foi essa a interpretação do árbitro). Quem entendeu como “Conduta Violenta” (que é para Cartão Vermelho) se apoiará na orientação da FIFA para agir com rigor em lances de disputa de bola onde o jogador usa os braços para atingir o a cabeça do seu oponente (devido à prevenção de casos de contusões e concussões, uma bandeira da entidade). Para mim, não foi o caso, parece mais que Alex tentou se desvencilhar de Rony, que estava em seu cangote. A queda “exagerada” do atacante contribuiu para que o experiente árbitro não desse o Vermelho. Concordo com a decisão da arbitragem (mas ressalto: entendo quem enxergou de outra forma).

2- Aos 45+2m, Murilo atinge com a sola (e portanto, com as travas da chuteira) seu adversário Vitor Roque. Ele perde o tempo da bola e acerta em cheio a perna. É um clássico lance para Cartão Vermelho, errou o árbitro em ter dado Cartão Amarelo no 1º momento, mas foi salvo pelo VAR. Aqui, não cabe interpretação, é o chamado “Jogo Brusco Grave”, que merece obrigatoriamente a expulsão. Correta decisão.

3- Aos 59m, lance de Fernandinho e Rony: na hora, por conta do suposto pisão, entendi que foi pênalti. Porém, revendo o lance, sou honesto em mudar de opinião. No link abaixo, pareceu-me que Rony está se projetando antes do toque, e na segunda imagem, ele, ao sentir o contato físico, simula. O toque o impediu de jogar?
Para mim, não é pênalti (e concordo com a decisão do árbitro, é lance de campo, não de VAR). Claro, respeito quem entendeu diferente.
Em: https://www.youtube.com/watch?v=ko98u7Cj-nY

Assim: dois lances discutíveis e um lance não discutível. Abel não concordou com as decisões, diferente do jogo contra o River. Não sei a opinião do Felipão, pois o time foi comandado por Paulo Turra (Scolari estava suspenso). E você, o que achou?

Deixe seu comentário:

Extraído de: https://www.estadao.com.br/esportes/futebol/palmeiras-x-athletico-pr-escalacao-das-equipes-onde-assistir-horario-e-arbitragem/